Soneto Vazio

 

Não falarei de flores

Nem cantarei a morte

Pouco me importa as dores

Muito menos, má sorte

 

Não espere um puro lirismo

De quem já não és pueril

Pode parecer pessimismo

É um soneto vazio

 

Confesso já está cansado

Sinto muito ter esvaziado

Estes versos, bancarrota...

 

Mas não irei encher

Nunca com nenhum clichê

Prefiro a forca

 

 

 

Thiago Alberto, Salvador, 2007

Eu gostei tanto do comentário da Virgínia sobre o post anterior que resolvir publica-lo:

"Acho que das duas, uma: Ou cada uma dessas mulheres só vai fazê-lo se lembrar dolorosamente daquela única, não importa o tempo que passar, podendo até durar anos. Seria mais uma daquelas histórias-mal-resolvidas da vida. Ou um dia ele pode descobrir que a "preferida" não passava de mera ilusão, mesmo que necessária. Porque não tê-la o levou por caminhos onde encontrou alguém que realmente trouxesse significado em sua vida. E ele ficaria feliz como jamais achou que poderia novamente. Bjo."

Blog da Virgínia

http://theglimpse.wordpress.com/

Ele preferiu o amor de várias...

Nas alcovas, nas escórias, nos cabarés

Ele preferiu o amor de várias...

Nas esquinas, nas meninas, seu viés

Ele preferiu o amor de várias...

Por desejo, por manejo, um rancor

Ele preferiu o amor de várias...

Por quer a sua preferida, não te amou

 

Thiago Alberto

Arte da Máquina I

 

Suor apático entre partes

De fio, cobre e fusível

Quando as máquinas fizeram arte

O homem foi combustível

Thiago Alberto

 

Eu estou ouvindo...

Ao estilo (da banda) Nouvelle Vague, este projeto busca fazer releituras de canções de gêneros variados no ritmo da nossa “velha bossa nova”.  Passaram por Guns e Stones, chegando então as este trabalho intitulado Bossa n’ Marley. Ouvir e gostei muito, ás vezes não parece Bossa Nova nem Bob Marley, como em BUFFALO SOLDIER, no entanto há canções que ficaram belíssimas, tipo: STIR IT UP, I SHOT THE SHERIFF, REDEMPTION SONG e etc.

 

Quem tiver grana: http://megastore.uol.com.br/acervo/eletronico/b/bossa_n__marley/bossa_n__marley/

 

Quem é duro:

Ah se vira no torrent...

Do Fundo do Poço

 

 

Sim, ele chegou ao fundo do poço... Mas justamente lá, quando seus olhos acostumaram-se com a pouca luminosidade ele percebeu uma porta de madeira nobre e rara, então por ela saiu daquele lugar inóspito. Deu conta de que estava novamente em seu antigo mundo externo. Antes mesmo de recupera-se de tanto tempo de queda-livre e do forte impacto que sofreu ao tocar o chão, viu que estava rodeado de flores lindas, então disse:

 

-Pronto, agora chega de melancolia...  Música alta, por favor!

 

Thiago Alberto

Agora falando sério...

Enfim, fiz um blog !



[ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL , Nordeste , SALVADOR , Homem , de 20 a 25 anos , Portuguese
MSN -

 
Visitante número: